sexta-feira, 16 de julho de 2010

Militante por um mundo melhor


O jornalismo é a profissão mais bonita do mundo por causa disto. As pessoas. As pessoas interessantes que se cruzam no nosso trabalho.

Gérald Bloncourt tem 84 anos e é fotógrafo desde 1946. Fotografou os emigrantes portugueses em França entre as décadas de 50 e 60, nos bairros de lata lamacentos da região parisiense.

Foi repórter fotográfico no jornal comunista L'Humanité, altura em que começou a retratar as cicatrizes, os rostos, as mãos dos trabalhadores.

Fotografou Charlie Chaplin, André Breton, entre muitos outros. No seu arquivo tem mais de 200 mil fotos.

Tem uma vida cheia e pinta de bon vivant. Tive o privilégio de o entrevistar.

2 comentários:

Samuel Silva disse...

São certamente dias como este que dão força para enfrentar uma profissão exigente e, por vezes, ingrata. Mas que, em oportunidades assim, compensam as agruras.

Sonhadora disse...

Sim, verdade. Vamos lá ver se esta entrevista me mantém animada por algum tempo.