quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Preciso urgentemente deste livro!

Diz quem leu, eu confesso que olho de soslaio para a literatura "desportiva", que José Mourinho é um líder por excelência. Senão vejamos.

Certo dia, num jogo que envolve o Chelsea, Drogba implora à presidência do clube para faltar ao jogo para ver a mãe gravemente doente. Autorização negada. Drogba entra em campo resignado, mas desconhece que o treinador já tinha comprado a passagem de avião, cuja partida estava marcada para 15 minutos antes do fim do jogo. Como é possível? Perguntem a Mourinho.

O treinador exige a toda a equipa que ao intervalo marque pelo menos dois golos. Assim aconteceu. Chama o capitão e pede para que este diga a Drogba para cometer falta. Primeiro amarelo. Pede mais uma. Vermelho e expulsão. Drogba pode ir ver a mãe e toda a equipa, verdadeiramente unida, olha para o mestre com respeito.

P. S - Gosto de acreditar que tudo isto foi verdade.

1 comentário:

Lucília disse...

Concordo...parece uma história tirada de um livro de contos :)