terça-feira, 22 de junho de 2010

O ano da morte de Saramago

«Há duas coisas que acontecem de cada vez que um escritor morre. Uma delas é que os seus livros são imediatamente postos nas montras das livrarias. A isto chamo eu “ossos na montra”. Agora moda nova: o escritor morre e tem logo o nome na esquina de uma rua. A rua, que podia continuar a chamar-se lindamente “Rua do Bem-te-quero” "ou Rua da Flor da Rosa", passa logo a chamar-se “Rua Fulano de Tal“, do escritor A,B ou C. A essa nova tendência chamo eu “nome à dependura”.

José Saramago, Janeiro de 1982

2 comentários:

Daniela disse...

E eu que ainda não acabei de ler o ano da morte de ricardo reis...

Sonhadora disse...

E o meu "Evangelho Segundo Jesus Cristo" que ainda vai a meio. Confesso. Sou preguiçosa na leitura.