sexta-feira, 5 de junho de 2009

Obrigatoriedade do voto

É estranho. Muito estranho. Quanto mais sobrecarregada de trabalho estou, mais vontade tenho de passar por cá e mandar os meus bitaites. Isto num dia, em que chego a casa do trabalho por volta da meia-noite e imaginem só, vou estar aqui a dissertar sobre a obrigatoriedade do voto. Mas serei breve.Tudo isto para dizer, que não sou a favor do voto obrigatório. Aliás, tenho vindo a desenvolver a teoria de que a malta que opta pela abstenção está-se nas tintas para a política e para muitas outras coisas. Logo, o voto não seria consciente ou então, em branco. Portanto, fiquem lá quietinhos, mas se precisarem de um aconselhamento eu estarei aqui. Sempre pronta a encaminhar essas almas perdidas.

2 comentários:

Anónimo disse...

ts ts ts..nao aprendest nada:P ha ha ha

joao

Sonhadora disse...

Bom...o teu método de ensino não surtiu efeito! :P