domingo, 22 de novembro de 2009

Escapadela a Bruxelas e Brugge


Parlamento Europeu



Grand Place


Ora cá está o Menino mijão (Manneken Pis). Desta vez, envergando uma encharpe muito fashion! Depois há ainda a menina mijona, que fica numa zona mais escondida do centro.




Zona de restauração da Grand Place. Cheira a peixe todo o dia e toda a noite!



Atomium. Para chegar a Heysel passei mais de 1h enfiada num Tram. Ia enlouquecendo!


Livros e copos. Haverá melhor combinação?



Degustando a cerveja belga num dos mais famosos bares de Bruxelas. Delirium Café (elefante cor-de-rosa)




A tradição diz que as moças belgas (solteiras) tocavam na mão para pedir um desejo. O desejo era por norma encontrar um noivo nesse mesmo ano. Obviamente que não pedi desejo nenhum. Não sou parva!





BRUGGE






Fica a 1h de Bruxelas, mas como apanhei o comboio errado (em parte) demorei mais. É que o francês/holandês confundiu-me toda. Primeira impressão. É bom andar a pé pelas ruas da cidade.




A arquitectura da cidade parece tirada de um filme.




Brugge é considerada a "Veneza" da Bélgica por causa dos seus canais. É uma cidade pacata, romântica e nesta época do ano com poucos turistas.




Praça principal de Brugge ou Mercado




Um dos milhares de museus que existe em Brugge. Há museus sobre o chocolate belga, diamantes, arquitectura gótica...



38 pessoas a bordo, a maioria terceira idade e casais de namorados. Estão a ver o filme desta viagem, não estão?



Waffles e chocolates são uma especialidade da região de Brugge. Mais a baixo da Praça Principal podem encontrar a Casa Dumon, onde se fazem chocolates à mão. A velhinha do outro lado do balcão (muito simpática) disse-me que os seus chocolates são recomendados pela Press Mundo Portugal. Lá tive de abrir os cordões à bolsa e ganhar mais uns quilos.




Mais do que Bruxelas, quero muito voltar a Brugge. Por tudo aquilo que não consegui ver...


4 comentários:

joão martinho disse...

que brugges é bonito, sabia do in brugges, mas à bélgica bastam bem os chocolates e as cervejas (bebeste duvel?) que só eles fazem da bélgica o país europeu mais parecido com o paraíso.

e eu nunca fui lá. :(

Sonhadora disse...

Eu não vi esse filme, porque na altura me pareceu mais uma daquelas comédias ligeiras. Agora quero vê-lo para fazer a comparação.

Bebi duvel e outra cerveja qualquer com um aroma muito porreiro. Mas elas eram tantas que eu poderia passar o resto dos meus dias a beber cerveja...O que não deixaria de ser bom :)

Mas quero lá voltar. Antuérpia está na lista das prioridades!

joão martinho disse...

é uma comédia, sim, mas uma comédia negra. não é um grande filme, mas eu gostei.

sim, eles têm demasiadas (e demasiado boas) cervejas, mas a duvel é a melhor de todas. e o melhor de tudo ainda é a "oura" da duvel; aquilo bate de uma forma quase poética, chega a ser ridículo. :D

eu estou a pensar ir lá no verão, mas a prioridade será gent, onde mora um amigo meu. é uma chatice isto de termos boas desculpas para beber cerveja.

Sonhadora disse...

Eu saí em Gent-Sint-Pieters para trocar de comboio. Se é essa cidade fica a poucos minutos de Brugge...Portanto, não tens desculpas e tens uns bares muito engraçados próximos dos canais!